Covid: prefeito comemora resultados, mas destaca que “a guerra não acabou”

Por 10 de agosto de 2021

“Não estamos cantando vitória, estamos comemorando os bons resultados que devem ser valorizados por nós e pela comunidade”, declarou o prefeito José Otávio Germano sobre os indicadores da pandemia em Cachoeira do Sul. Nos últimos 7 dias, a incidência de novos casos por 100 mil habitantes em Cachoeira do Sul e região é de 57,1, enquanto no Estado é de 126,8, o que classifica a cidade com a menor incidência do Rio Grande do Sul.

Na ocupação de UTIs, Cachoeira encontra-se na terceira melhor colocação. A UTI do HCB está com 3 leitos (de 10) ocupados. Já na enfermaria, 4 pessoas estão internadas, sendo 3 confirmadas para Covid e uma aguardando resultado.

Os números da vacinação também são motivos de orgulho para os cachoeirenses – a cidade está em 4º lugar na vacinação das cidades entre 50 e 100 mil habitantes, sendo que as duas cidades que lideram a vacinação nesse grupo são de fronteira, que receberam mais doses em razão da variante Delta.

Crédito: Reprodução

E os cachoeirenses que estão positivados estão cumprindo 100% o isolamento, conforme dados enviados pela Defesa Civil. A ação de monitoramento, determinada pelo prefeito José Otávio, iniciou em 2 de junho e é executada pela Defesa Civil e Secretaria da Saúde. No início da operação, os fiscais chegaram encontrar 12% dos positivados fora de casa, descumprindo o isolamento. Os dados de ontem, dia 9, mostram que nenhum dos positivados estava descumprindo o isolamento, ou seja, todos foram encontrados em casa.

O ineditismo da ação de testagem de funcionários dos setores econômicos é outro fator apontado pela Prefeitura como determinante para os bons números da atualidade. “Entendemos como de absoluta importância a testagem pois vários trabalhadores estavam atuando positivados e assintomáticos, contaminando outras pessoas”, destacou o prefeito.

Ainda conforme o prefeito José Otávio, os bons índices não significam que a Prefeitura cruzará os braços. “Sabemos que a guerra não acabou, novas cepas estão chegando e precisamos estar preparados, tomando os cuidados necessários e confiando na vacinação”, declarou o prefeito.