10.7 C
Cachoeira do Sul
quarta-feira, 16 junho, 2021 - 11:06
Cachoeira do Sul e Região em tempo real

Como os adolescentes têm acesso às drogas?

A infância e a adolescência preservada é o que menos ocorre, atualmente. Crianças e jovens estão tendo, cada vez mais, acesso à entorpecentes e outras drogas ilícitas para menores de idade, como o álcool.
Em decorrência disso, um grande número de adolescentes entre 12 e 16 anos vêm sendo atendidos por instituições sem fins lucrativos e também por clínicas de recuperação especializadas.

As clínicas de reabilitação de drogas desenvolvem tratamentos específicos para tratar os jovens, de acordo com cada nível de dependência.

Apesar de grandes campanhas contra o uso de drogas e projetos sociais realizados nas escolas contra o vício, o número de usuários muito jovens aumenta a cada ano.

E a maconha é a droga ilícita mais consumida nessa faixa etária, de acordo com o 3° Levantamento Nacional sobre o Uso de Drogas pela População Brasileira, realizado pela FioCruz.

Mas, como os jovens têm acesso aos entorpecentes? Saiba mais a seguir.

Os familiares incentivam o uso de drogas

Parece contraditório, mas é uma realidade. Existem muitos casos onde a própria família, que já faz uso frequente de entorpecentes, incentiva os adolescentes.

Isso pode ocorrer também através de apenas um parente que faça parte daquele núcleo familiar. Em algumas situações, um simples usuário pode fazer com que uma criança se torne dependente da substância, a partir do primeiro contato.

Nesse caso, dependendo faixa etária do jovem, ele pode precisar ser internado em uma clínica de recuperação em Goiás, por exemplo.

Através de amigos e também pela internet

Ter contato com drogas através de colegas que fazem uso das substâncias é mais comum. Porém, o que muita gente não sabe é que a venda de drogas também é facilitada pela internet.

Governo e ações policiais tentam combater esse tipo de crime, mas na internet os adolescentes encontram vários caminhos para fazer a compra.

O que antes era possível encontrar apenas em festas e ocasiões específicas, agora pode ser comprado, praticamente, por delivery. Os jovens recebem as drogas em casa e até mesmo na escola, sem pensar que isso pode levá-lo ao vício e a uma clínica de recuperação masculina ou feminina.

Drogas na escola

Parece impossível, mas acontece. As jovens que hoje estão em uma clínica de recuperação feminina tiveram o primeiro contato com os entorpecentes na escola, em sua maioria.

É por essa razão que campanhas e incentivos contra o uso de drogas precisam ser realizados nos ambientes escolares.

Por que é importante procurar tratamento no início do vício?

Até mesmo a dependência na adolescência demanda tratamento. É importante que pais e familiares não negligenciem o problema, ao menor sinal de vício.

Procurar orientação médica para uma possível internação em clínicas de recuperação de drogas é muito importante para reinserir o jovem na sociedade, livre do vício.

Portal OCorreio
Portal de notícias de Cachoeira do Sul e Região