Comitê de Combate à Dengue se reúne e estuda solicitar Decreto de Emergência para o Verão

Por 23 de julho de 2022

O Comitê de Combate à Dengue da Prefeitura se reuniu na sede da Secretaria da Saúde, nesta sexta-feira, no Hospital da Liga Operária. O motivo da reunião foi avaliar o atual cenário da doença em Cachoeira do Sul e preparar a organização das ações para o período de primavera e verão. A reunião reuniu SMS, Secretaria do Meio Ambiente, Secretaria de Educação, DVS, 24ª CRE, 8ª CRS, UCAB, Exército e Defesa Civil.

DECRETO DE EMERGÊNCIA

No encontro, o secretário municipal da Saúde, Marcelo Figueiró, comemorou que os supermutirões contra a Dengue já atingiram mais de 7,5 mil casas contatadas. No entanto, a cidade contabiliza mais de 1 mil contaminados leves, além de três óbitos confirmados por complicações com a doença.


“Nossos agentes de Endemias e de Saúde estão fazendo um trabalho exemplar nos bairros da cidade, eliminando focos de acúmulo de água, que é onde o transmissor, o mosquito Aedes Aegypti, se reproduz. No entanto, mesmo assim, vemos novos casos de dengue surgindo a cada dia. Nossa preocupação é que isto ocorre no inverno e quando a primavera chegar certamente a incidência aumentará” – secretário da Saúde, Marcelo Figueiró


Figueiró propôs ao comitê que se inicie um estudo para que, se necessário, o município tenha condições de solicitar situação de emergência ao Governo do Estado, por causa da dengue, para os meses de calor. “A situação de emergência permite que o município amplie suas condições de combate ao mosquito, recebendo recursos de esferas superiores e tendo processos burocráticos facilitados para combater a praga”, explica Figueiró. O comitê apoiou a pauta e foi encarregado ao DVS junto com a Defesa Civil fazer o estudo para requerer a emergência caso necessário.


“É fundamental começarmos esta discussão antes do verão pois a decisão de um decreto deste tipo é demorada e num ápice de contaminação não podemos esperar” – coordenador do comitê e presidente da União Cachoeirense das Associações de Bairros, Armindo Macedo


Os representantes do Exército por sua vez pediram que a Prefeitura invista em conscientização da população.

Foto Noticia Principal Grande