21.3 C
Cachoeira do Sul
segunda-feira, 26 outubro, 2020 - 15:32
Cachoeira do Sul e Região em tempo real
  • Inicio
  • POLÍTICA
  • Com protocolos, setor de eventos pede apoio da Assembleia para retomada gradual de atividades

Com protocolos, setor de eventos pede apoio da Assembleia para retomada gradual de atividades

Crédito: AL/RS

Depois de elaborar uma série de protocolos para a realização de eventos, o setor reivindica previsibilidade do governo do Estado para a retomada gradual das atividades no Rio Grande do Sul. Na tarde desta segunda-feira (24), representantes do grupo Live Marketing, que congrega mais de 300 empresas do segmento, participaram de videoconferência conduzida pelo presidente da Assembleia Legislativa, Ernani Polo (PP).

Um dos mais afetados pelo isolamento social decorrente do coronavírus, o segmento de eventos defende a volta gradual das atividades, com regras para prevenir a saúde das pessoas e restrições para evitar aglomerações e riscos de contaminação. Desde maio representantes pedem regras diferenciadas de acordo com o porte de cada evento e tipo de local de realização.

Polo reafirmou, no encontro, a importância do planejamento para a volta dos eventos, para que o setor não enfrente problemas ao receber autorização para funcionar. Além disso, o parlamentar destacou a importância econômica das atividades para segmentos paralelos. “O setor está no centro de uma engrenagem. Quando se movimenta, há todo um entorno que anda junto. Precisamos avançar, sob pena de termos uma dificuldade insustentável no setor”, exemplificou.

Rodrigo Machado, da Opinião Produtora, relembrou ações já realizadas desde maio, destacando reunião com o governador Eduardo Leite (PSDB) há duas semanas. Segundo ele, o segmento elaborou os protocolos solicitados, mas ainda não recebeu retorno sobre sua inclusão nas atividades liberadas dentro do modelo de distanciamento controlado. “O setor de eventos está nas últimas condições. Estamos sendo sufocados, precisamos respirar”, afirmou.

Eliana Azeredo, da Capacitá, avaliou que tudo o que foi solicitado ao setor de eventos já foi feito. Ela defendeu isonomia com outros setores que já tiveram atividades liberadas durante a pandemia, mesmo que parcialmente. Na reunião, Eliana pediu ajuda ao deputado Ernani Polo para que o governo do Estado crie um calendário com previsão de retomada gradual das atividades.

Presente na reunião, o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Rodrigo Lorenzoni, disse entender que o segmento já está maduro para atender aos protocolos solicitados. Ele disse que está ciente das dificuldades de quem trabalha com eventos e que está buscando flexibilização junto ao governador e ao Comitê de Dados, que analisa os indicadores estaduais relacionados à Covid-19.

Advertisement
Portal OCorreio
Portal de notícias de Cachoeira do Sul e Região