Com polêmica do VAR, Inter empata com Corinthians

Por 4 de julho de 2021

O Colorado visitou o Corinthians, na noite deste sábado (3), pela nona rodada do Brasileirão 2021. Na Neo Química Arena, Edenilson marcou o gol do Inter, que chega, com o ponto conquistado, a 10 na tabela nacional. O gol foi marcado por polêmica. Para os adversários, houve impedimento no lance.

Agora, os comandados de Aguirre voltam suas atenções para o São Paulo, adversário na próxima quarta-feira (7). O duelo, válido pela 10ª rodada, ocorre no Beira-Rio, a partir das 21h30. No sábado seguinte (10), o Inter disputa, na Arena, o Gre-Nal 433.

Inter cresce com o tempo

O Colorado abriu o confronto com novidades na escalação. Paulo Victor, recém-chegado do Botafogo, e Juan Cuesta, colombiano promovido da categoria júnior, iniciaram como titulares o duelo deste sábado, que também contou com Leo Borges na ponta-esquerda de ataque do Internacional.

Nos primeiros minutos de confronto, o Corinthians tentou fazer valer o mando de campo, e assustou com chegadas pelo corredor direito. A partir dos 15, porém, Edenilson e Mauricio passaram a construir tabelas envolventes, carregando o Inter para o campo de ataque. Pouco a pouco, o jogo ficava, primeiro, equilibrado, e, depois, sob controle do Colorado.

O melhor momento do Inter foi recompensado com gol. Na casa dos 35, Edenilson cobrou, com veneno, falta pela intermediária de ataque. A bola mirava Cuesta, mas o zagueiro foi atropelado por Jô. Pênalti, que SuperEd, preciso como sempre, bateu. Clube do Povo na frente, primeiro tempo encerrado.

Jogo intenso

Os papéis se inverteram na etapa final. Após o intervalo, foi o Clube do Povo quem retornou com maior volume ofensivo, pressão que encontrou seu melhor momento na casa dos 13 minutos, quando Patrick, de canhota, quase marcou o segundo para o Inter.

O correr dos minutos foi benéfico para o Corinthians, que adotou postura cada vez mais ofensiva a partir das mudanças de Sylvinho. De tanto martelar, o time da casa chegou ao empate aos 34, com Jô, em rebote de grande defesa do goleiro Daniel. O gol foi o último na noite paulista.