19.3 C
Cachoeira do Sul
domingo, 24 janeiro, 2021 - 06:46
Cachoeira do Sul e Região em tempo real
  • Inicio
  • POLÍCIA
  • Clonagem de WhatsApp seguida de golpe faz vítimas em Cachoeira

Clonagem de WhatsApp seguida de golpe faz vítimas em Cachoeira

Criminosos que se apossam de contas de WhatsApp geralmente tentam convencer contatos a depositarem dinheiro / Foto: Divulgação

A clonagem de contas de WhatsApp tem dado dor de cabeça para moradores de Cachoeira do Sul. Criminosos cibernéticos se apossam dos acessos, contatos e dados e, além de restringir os titulares aos seus próprios dispositivos e aplicativos, ainda se passam por eles para pedir dinheiro.

A desculpa é quase sempre a mesma: “Meu limite excedeu e preciso que você faça uma transferência para mim. Amanhã te devolvo o dinheiro”. Geralmente, com esse tipo de justificativa, os golpistas deixam rastros de prejuízo e transtorno tanto para quem tem o WhatsApp clonado quanto para quem cai na conversa e acaba efetuando transações financeiras acreditando que o pedido foi feito pelo titular.

O cachoeirense Carlos Moyses Dickow vem enfrentando esse pesadelo desde a última segunda-feira (4). No início da tarde, repentinamente ele perdeu o acesso aos seus contatos e mensagens e, desde então, não tem mais conseguido acessá-los. Para avisar seus contatos, ele teve de recorrer ao Facebook. “Preciso do meu Whats para tudo, inclusive para trabalhar”, conta Dickow, que atua com compra e venda de veículos novos e seminovos.

Ele soube de pelo menos 10 contatos que foram procurados por golpistas que pediram dinheiro em seu nome, mas acredita que mais pessoas possam ter sido procuradas. No entanto, ninguém chegou a fazer depósito, apenas um amigo teria efetuado o pagamento de um boleto, mas já teria recebido o estorno.

Dickow conta que entrou em contato com o serviço de ajuda e recuperação de conta do WhatsApp, mas não obteve retorno. “Ninguém dá satisfação alguma. Não dizem nada com nada”, lamenta ele, que está sem perspectiva quanto à recuperação da sua conta. Para se resguardar juridicamente, ele lavrou um boletim de ocorrência na Polícia Civil e aguarda respostas do suporte do WhatsApp quanto à recuperação de seus acessos.

Um estudo recente da empresa de tecnologia PSafe aponta que 12 mil brasileiros, em média, têm WhatsApp clonado.

 

EM CASO DE CLONAGEM, O QUE O WHATSAPP RECOMENDA:

  • Solicite a verificação da conta via SMS: se você tiver acesso ao seu número de telefone, faça login no WhatsApp e confirme o código de 6 dígitos que chega via SMS — dessa forma, qualquer outra pessoa que esteja usando sua conta será desconectada automaticamente;
  • Notifique amigos e família: se alguém tiver acesso à sua conta, entre em contato com pessoas próximas para avisá-los disso, porque estelionatários podem se passar por você para obter informações sigilosas e depósitos em dinheiro;
  • Ative a verificação em duas etapas: talvez a dica mais importante de todas, pois oferece uma camada adicional de proteção ao exigir um PIN de seis dígitos durante o login.
Portal OCorreio
Portal de notícias de Cachoeira do Sul e Região