CHOCANTE – Mãe mata filho de 7 anos, coloca em mala e atira no rio

Por 30 de julho de 2021

Um menino de 7 anos foi dopado e colocado dentro de uma mala antes de ser jogado no Rio Tramandaí, entre Imbé e Tramandaí. A mãe da criança, de 26 anos, foi presa em flagrante na noite desta quinta-feira. A Polícia ainda avalia a situação da companheira dela, de 23 anos. O caso mobilizou também o 2º Batalhão de Policiamento de Áreas Turísticas (2º BPAT) da Brigada Militar e a Guarda Municipal de Imbé. O 9º Batalhão de Bombeiros Militar foi acionado e realizou buscas na noite desta quinta-feira.

Uma mala foi apreendida na beira do Rio Tramandaí, em Imbé. O trabalho dos bombeiros militares ao longo do rio Tramandaí foi reiniciado na manhã desta sexta-feira. Não é descartado que o corpo tenha sido levado para o mar e talvez apareça somente nos próximos dias na orla.

A mãe da criança e a sua companheira compareceram no fim da noite de quinta-feira na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de Tramandaí, com o objetivo de registrar o desaparecimento ocorrido há dois dias. Os policiais militares do 2º BPAT, que faziam uma outra ocorrência no local, passaram a fazer perguntas.

A respeito da demora no registro, a mãe alegou que tinha visto no Google que devia esperar 48 horas. Mas a companheira dela acabou dizendo que o menino estava na mala e foi colocado no rio. Imediatamente, as duas foram detidas. Na sequência, a mãe acabou confessando o crime. Segundo contou, a gravidez foi consequência de um estupro cometido por um namorado.

A criança sofria tortura, não recebia alimentação e vivia amarrada dentro de um armário de uma peça nos fundos da casa, conforme apurações iniciais da Polícia Civil. Antes de ser colocado na mala e transportado até a beira do rio, o menino foi sedado com medicamentos. A suspeita é que a mãe teve ajuda da companheira.

A investigação prossegue com buscas por imagens de câmeras de monitoramento.