25 C
Cachoeira do Sul
terça-feira, 13 abril, 2021 - 14:08
Cachoeira do Sul e Região em tempo real

Cesa de Cachoeira vai a leilão no dia 4

Cesa de Cachoeira do Sul vai a leilão no próximo dia 4 com lance inicial de R$ 5,2 milhões / Foto: Cesa/Divulgação

A unidade da Companhia Estadual de Silos e Armazéns (Cesa) de Cachoeira do Sul vai a leilão no próximo dia 4 de abril. O lance mínimo para toda a estrutura de silos da Rua Moron é de R$ 5,2 milhões.

Os leilões das unidades da Cesa em diferentes cidades gaúchas ocorrem desde 2015 em cumprimento de acordo para quitação dos passivos trabalhistas da estatal, já extinta. A expectativa é de arrecadar cerca de R$ 70 milhões, valor estimado a partir do preço mínimo estipulado.

A de Cachoeira, localizada às margens do Rio Jacuí, foi colocada à venda no governo anterior e não apareceu interessado. Chegou a ser alugada por uma cooperativa de Júlio de Castilhos, que desistiu do negócio. A unidade tem capacidade estática para receber até 68,5 mil toneladas de grãos, sendo a segunda maior do Estado.

EM BAGÉ, UNIDADE ARREMATADA JÁ RECEBE MELHORIAS

Adquiridos por R$ 2,7 milhões pela passo-fundense Pradozem, os seis silos e o armazém graneleiro da Companhia Estadual de Silos e Armazéns (Cesa), em Bagé, começaram nesta semana a receber melhorias.

De acordo com a Pradozem, a aquisição da unidade de Bagé, com capacidade total para 20 mil toneladas, faz parte do projeto de expansão da empresa. Hoje, tem unidades de armazenagem em Passo Fundo e Rio Grande, com capacidade total de 600 mil toneladas.

A expectativa é que a unidade de Bagé esteja totalmente renovada até outubro. Entre julho e agosto, porém, os primeiros espaços de armazenagem já poderão recomeçar a ser utilizados, segundo a empresa. O local receberá além de soja, trigo e milho, também cevada, cultura que cresce na região de Passo Fundo com a demanda da maltaria da Ambev na cidade.

Em Bagé, a Pradozem já deu início aos trabalhos de restauração e limpeza do local, e ainda fará melhorias nos espaços e aquisição de novos equipamentos, como de secagem de grãos. A empresa diz que a aquisição também é uma aposta no crescimento da Região Sul do Estado na produção de grãos e na carência local por armazenagem.

Portal OCorreio
Portal de notícias de Cachoeira do Sul e Região