23.3 C
Cachoeira do Sul
quarta-feira, 2 dezembro, 2020 - 21:56
Cachoeira do Sul e Região em tempo real

Celetro chega aos 51 anos cheia de energia

Presidente Benemídio: Celetro investe constantemente na qualificação de seus serviços / Foto: Milos Silveira/Arquivo OC

A Cooperativa de Eletrificação Centro Jacuí Ltda(Celetro) dá mais um importante passo no seu histórico de distribuição de energia elétrica. Neste dia 9 de setembro, a Cooperativa chega aos 51 anos de atividades com uma marca de atuação em 28 municípios da Região Central com 24 mil associados.

O aniversário representa mais um desafio na existência da Celetro desde sua fundação no Clube Seco, em Restinga Seca, até sua transferência para Cachoeira do Sul onde tem sua sede administrativa e operacional. A partir deste ano, a Cooperativa passa a ser permissionária da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e, para tanto, cumpre um longo processo de adaptação.

A adesão da Celetro ao sistema da Aneel foi aprovada em assembleia geral ordinária, realizada em 26 de junho de 2020, por meio virtual, devido à pandemia da Covid-19. A Celetro foi uma das últimas cooperativas do Brasil a ser permissionária de distribuição de energia elétrica e, na prática, vai cumprir a legislação que trata do tema pautando sempre suas atividades em melhoria da qualidade dos seus serviços. “A Celetro possui uma trajetória exemplar na distribuição de energia em sua área de abrangência, sempre enfrentando os mais diversos obstáculos tanto econômicos como intempéries, mas nunca desistiu de investir na qualificação de seus serviços”, destaca o presidente José Benemídio Almeida.

Os 51 anos representam a força de uma Cooperativa que consolidou uma estrutura invejável e a manutenção de projetos sociais voltados para seus associados. Entre eles, destaque para o Força para Educação que consiste na distribuição de kits escolares para os filhos dos associados. Trata-se de uma importante ferramenta de apoio para os estudantes, que a cada ano esperam com ansiedade a entrega dos kits. O projeto foi criado pelo Presidente José Benemídio Almeida, quando ocupava o cargo de diretor financeiro\operacional da Cooperativa. São 18 mil kits distribuídos a cada ano.

 

Atuação em áreas urbanas e rurais

Áreas rurais e urbanas recebem a energia Celetro. De acordo com o Balanço Patrimonial de 2019, são 17.324 consumidores no meio rural. O restante é distribuído em setores comerciais, industriais, residenciais, iluminação pública e prédios públicos.

Nas áreas urbanas, a Celetro investiu para dar o suporte de crescimento a localidades que eram distritos e se transforem em cidades.

A energia da Celetro alavancou o desenvolvimento das comunidades, porque houve ampliação de redes troncais através do Projeto Infraestrutura, quando foram investidos R$ 5,2 milhões.

SEDES URBANAS
Estrela Velha, Lagoão, Dona Francisca, Paraíso do Sul, Novo Cabrais, Cerro Branco, Vila Nova do Sul e Santa Margarida do Sul.

PARCIAL PERÍMETRO URBANO
Arroio do Tigre e Candelária.

 

Saiba mais

GOVERNANÇA PARTICIPATIVA
O mês de aniversário da Celetro deverá ser o início de alterações de procedimento em razão da Cooperativa agora ser permissionária. Mas isto não altera a constituição da Celetro, que se mantém no sistema cooperativista com governança participativa. Apenas terá que se adaptar ao novo regramento que hoje é seguido por todas as cooperativas de eletrificação do Brasil.

COOPERATIVA PERMISSIONÁRIA
Em 2020, a Celetro tornou-se cooperativa permissionária de distribuição de energia junto à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Um dos aspectos a serem reforçados é a classificação das tarifas, que vão ter valores menores em comparação com os atuais. A Cooperativa terá acesso a mecanismos financeiros compensatórios por parte do governo federal que possibilitarão a prática de tarifas de menor valor, que agora passam a ser definidas pela própria Aneel. Na prática, a tarifa vai baixar para o consumidor final, que são os associados da Cooperativa.

Portal OCorreio
Portal de notícias de Cachoeira do Sul e Região