Castramóvel começa a atuar em Cachoeira do Sul

Por 22 de julho de 2022

Um dos compromissos de gestão do prefeito José Otávio Germano era colocar em funcionamento um Castramóvel em Cachoeira do Sul. Nesta sexta-feira, a unidade móvel começou a exercer a sua função. Os cães Bibi, de 3 anos, e Duque, de 4 anos, ambos machos e de famílias moradoras no Bairro Cristo Rei, foram os primeiros a serem castrados no início desta manhã. A cirurgia foi feita pelo médico veterinário Pedro Schlabitz, que é servidor municipal. No final da manhã, uma solenidade junto ao DVS, marcou o momento histórico para a causa animal no Município.

Foto Noticia Principal Grande

A gestora da Causa Animal, Vanessa Simon, frisou que anteriormente não existia o respaldo do poder público. As ONGs se desdobravam para fazer um trabalho sempre insuficiente diante da demanda. “Hoje podemos nos orgulhar porque somos referência no trabalho que desenvolvemos na causa animal. Muitos olham e podem achar que o que estamos plantando agora não significa nada, mas o tempo mostrará a evolução e o quanto saímos na frente com relação a este cuidado com os animais. Temos orgulho do nosso trabalho. Nossa luta é muito importante”, destacou Vanessa.

Foto Noticia Principal Grande

O Castramóvel foi adquirido com emenda estadual de R$ 100 mil e contrapartida de R$ 90 mil reais da Prefeitura de Cachoeira do Sul. O trailer é utilizado como unidade móvel para atendimento e castração de animais de pequeno porte, possuindo todas as instalações, mobiliários e equipamentos necessários para atendimento aos animais e ao público. Possui cinco divisões no interior do módulo com sala de medicação pré-anestésica, sala de assepsia e paramentação, sala cirúrgica, sala de pós-operatório e banheiro.

A meta inicial é fazer a castração de dois a três animais por dia. A cirurgia será feita somente em animais cadastrados previamente e de famílias de baixa renda. O requisito para conseguir a castração gratuita é a condição socioeconômica do tutor.

Foto Noticia Principal Grande

A castração gratuita é para quem comprovadamente não tem condições de arcar com os custos da cirurgia. Para isso, a equipe do Centro Municipal de Proteção Animal, conforme calendário, visitará antecipadamente o bairro e cadastrará os animais das famílias que se enquadram nestes critérios. Neste primeiro momento, a equipe concentrou o trabalho no Bairro Cristo Rei, onde já há 80 cães cadastrados.