Carreatas ganham corpo pela retomada da economia

Por 27 de março de 2020

 

 

Em Cachoeira, carreata foi nesta quinta-feira (26). Foto: Divulgação

 

A retomada da economia, neste momento de quarentena, ganha corpo em várias cidades gaúchas e também em outros estados. No Rio Grande do Sul, o governador Eduardo Leite tem sido pressionado por empresários para flexibilizar os decretos que proíbem o funcionamento de atividades comerciais e de serviços. Na prática, significa que prefeitos e governadores já repensam suas determinações e ao que tudo indica a partir da próxima quarta-feira ou quinta-feira (1º e 2) poderemos ter novidades.

As carreatas mostram o anseio de um segmento preocupado com suas contas e os salários de seus colaboradores. A flexibilização poderá vir com regras como limite de horário, de funcionários, de clientes e quem tiver mais de 60 será mantido o isolamento. Em Santa Catarina, o governo já revisou seus decretos e aí aconteceram nesta quinta-feira (26) carreatas de comemoração.

No Rio Grande do Sul, expectativa. O governador Eduardo Leite terá reunião nesta sexta-feira (27/3), por videoconferência, com os presidentes das 27 entidades regionais que fazem parte da Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs). A conversa com os prefeitos tem como objetivo alinhar ações, tirar dúvidas em relação aos decretos estaduais, planejar medidas e ouvir as demandas de cada região.

Em Cachoeira do Sul, os empresários manifestam preocupação. Duas reuniões foram realizadas com o prefeito Sergio Ghignatti nesta quinta-feira (26). Na pauta, cobrança para o funcionamento das empresas. Ghignatti, assim como outros prefeitos, aguarda pelo governo do Estado, mas admite flexibilizar a economia. No seu último decreto, no entanto, determinou mais regras para evitar aglomeração como o fechamento do comércio de bebidas e alimentos às 19h. Por isto, no início da noite, uma carreata percorreu as principais ruas da cidade pela abertura do comércio e demais segmentos.