32.5 C
Cachoeira do Sul
quarta-feira, 3 março, 2021 - 17:32
Cachoeira do Sul e Região em tempo real

Carrapicho: vocalista Zezinho Corrêa morre de Covid

Morreu na manhã deste sábado (6), aos 69 anos, Zezinho Corrêa, vocalista da banda Carrapicho. O músico estava no Hospital Samel, em Manaus, tratando de complicações da Covid-19. A notícia foi confirmada pela família do cantor em suas redes sociais.

O artista estava internado desde o dia 4 de janeiro, mas as primeiras informações vieram no dia 8 de janeiro, quando os familiares do cantor confirmaram a internação do artista, dizendo que Zezinho estava na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo), intubado e com 100% de saturação. À época, a família do cantor também precisou desmentir o boato de que Zezinho havia morrido.

Carrapicho

A banda Carrapicho surgiu no início dos anos 1980, em Manaus. No início, o grupo tocava MPB (Música Popular Brasileira), mas logo cravaram o forró e as todas de boi bumbá em suas apresentações. Foram 16 anos trabalhando regionalmente. Em 1996, um produtor francês ouviu Tic, Tic Tac e dedidiu lançá-la na França. A música, então, tornou-se fenônemo na Europa e no Brasil, ficando na posição 34 das 100 músicas mais tocadas no país naquele ano.

Sucesso

Bate forte o tambor, eu quero é tic, tic, tic, tic, tac
É nessa dança que meu boi balança e o povo de fora vem para brincar

A letra foi cantada em diversos idiomas, inclusive o russo. Gugu Liberato descobriu a banda durante suas férias na Europa. O apresentador trouxe o grupo para se apresentar no Brasil, época em que tinha um programa no SBT.

#CARRAPICHO #ZEZINHOCORREA #COVID

Portal OCorreio
Portal de notícias de Cachoeira do Sul e Região