Campanha pelo Diário Oficial Eletrônico Já ganha as ruas

Por 20 de julho de 2021

 

Outdoor está no centro da cidade. Foto: Divulgação

A campanha pela implantação do Diário Oficial Eletrônico em Cachoeira do Sul, pela Prefeitura, ganhou as ruas nesta terça-feira (20). Um outdoor na esquina duas ruas Saldanha Marinho e Milan Krás, no centro, da cidade chama atenção da comunidade. Nele estão relacionado os vereadores que estão a favor e os que estão contra à Proposta de Emenda à Lei Orgânica Municipal (Pelom).

A proposição, que já tem uma comissão especial no Legislativo, ganha corpo na medida em que com a implantação do Diário Oficial Eletrônico a Prefeitura poderia economizar cerca um recurso substancial para investir em outros setores como a própria saúde. É citado, por exemplo, uma redução de custos na ordem de R$ 300 a R$ 400 mil/ano.

No outdoor, é destacado que em “em breve a Câmara de Vereadores irá votar a Pelom 02/21, que pode gerar uma economia de milhões para os cofres públicos”. Ainda é citado “que faltam medicamentos, iluminação pública, boas ruas e muito mais”.

A campanha Diário Oficial Eletrônico Já também questiona “qual a prioridade e jornal impresso ou serviços públicos de qualidade”. “O povo quer saber”.

ATENÇÃO

Não é de agora que é cobrado da Prefeitura uma posição com relação ao Diário Oficial Eletrônico ainda se comparado com outros órgãos e instituições, que há tempo abandonaram as publicações impressas.

NA CÂMARA

Na Câmara de Vereadores, uma reunião na última sexta-feira (16) resultou na instalação da Comissão Especial criada para analisar a Proposta de Emenda a Lei Orgânica Municipal 02/2021, composta pelos vereadores Felipe Faller, Alex da Farmácia, Magaiver Dias, Daniela Santos e Carolina Larrondo. O grupo definiu a presidente, o relator e o secretário para o comando das atividades em torno da proposta que prevê a implantação do Diário Oficial Eletrônico (DOE) gratuito pela Prefeitura de Cachoeira do Sul.

Em votação realizada pelos membros da comissão, a vereadora Carolina Larrondo foi eleita presidente. A relatoria ficou a cargo do vereador Magaiver Dias e o secretário será o vereador Felipe Faller.

A comissão terá 30 dias para analisar e estudar a matéria. Já foi solicitada a prorrogação por mais 30 dias para que todos os integrantes possam analisar os pareceres requeridos ao Instituto Gamma de Assessoria a Órgãos Públicos, União dos Vereadores do Estado do Rio Grande do Sul e setores jurídicos da Câmara de Vereadores e da Prefeitura, além de um parecer dos respectivos partidos de cada membro da comissão.

O relator Magaiver Dias ressaltou, ainda, que irão trabalhar dentro da legalidade, de forma imparcial, para que possam fazer um relatório correto sobre a Pelom.

O presidente da Câmara, Luís Paixão, também enfatizou que deseja serenidade, tranquilidade e imparcialidade e que a comunidade só tem a ganhar com o trabalho da nova comissão.