Caminhada contra demissão de professores e funcionários da Ulbra

Por 16 de janeiro de 2019

 

Protesto reuniu sindicalistas, professores, alunos e funcionários. Fotos: Divulgação

 

 

Aconteceu no final desta terça-feira (15), em Cachoeira do Sul, uma caminhada contra a demissão de professores e funcionários da Ulbra/Cachoeira do Sul. Com a participação de sindicatos de trabalhadores da cidade e estudantes, a manifestação iniciou nas Cinco Esquinas e se encerrou na Praça Honorato Santos. O protesto teve cartazes e faixas.

Em Cachoeira do Sul, segundo o Sindicato dos Funcionários (Sinep) foram demitidos 10 integrantes da Ulbra. A informação que deixa todos preocupados é que a instituição propõe e parcelar pagamento de verbas rescisórias a demitidos em até 24 meses. Até agora a Ulbra demitiu 515 trabalhadores, incluindo 290 professores.

De acordo com a mantenedora da instituição, a decisão de demitir professores e servidores administrativos decorre da redução gradativa do número de alunos com financiamento estudantil e do número de alunos pagantes, especialmente na Educação à Distância.