22.4 C
Cachoeira do Sul
quarta-feira, 24 fevereiro, 2021 - 20:55
Cachoeira do Sul e Região em tempo real

Cachoeira volta à bandeira vermelha no mapa preliminar

Mapa preliminar do distanciamento controlado coloca região em bandeira vermelha, na regra de salvaguarda / Foto: GovRS/Divulgação

Após ter voltado para a bandeira laranja no mapa de distanciamento controlado do governo do Estado, Cachoeira do Sul retornou mais uma vez para a área vermelha no indicador preliminar, divulgado nesta sexta-feira (29). Segundo o governo, o retorno de Cachoeira para bandeira vermelha é resultado da regra de salvaguarda, aplicada quando o indicador que mede hospitalizações por 100 mil habitantes ficar em preto ou vermelho e a razão entre leitos de UTI livres e ocupados por pacientes Covid-19, na macrorregião, for menor ou igual a 0,8.

Nesta semana, o sistema de gestão do Estado para controle da pandemia apontou aumento no registro de hospitalizações por pacientes confirmados para Covid-19. O indicador proporcional a 100 mil habitantes passou para bandeira vermelha. No entanto, ao longo da semana o que se verificou no Hospital de Caridade e Beneficência foi a redução para 50% de ocupação de leitos na UTI Covid. Nesta sexta-feira, há cinco pacientes confirmados para a doença internados em cuidados intensivos, com idades entre 50 e 81 anos. A Prefeitura deve apresentar recurso durante o final de semana solicitando que Cachoeira retorne para bandeira laranja.

NO ESTADO

Ainda há alto risco na maior parte do Estado para esgotamento da capacidade hospitalar e velocidade de propagação do vírus no mapa preliminar da 39ª semana do Distanciamento Controlado, divulgado nesta sexta-feira (29).

A leve melhora em indicadores monitorados pelo sistema de análise de dados se refletiu no aumento de regiões em bandeira laranja. De quatro regiões em laranja na rodada anterior, o Rio Grande do Sul passou para dez. As outras 11 ficaram em vermelho. E, mais uma vez, não há bandeiras amarelas ou pretas (risco altíssimo).

COGESTÃO

As associações regionais que desejarem enviar pedido de reconsideração ao mapa preliminar têm prazo de 36 horas para encaminhar a solicitação ao governo. O formulário on-line ficará disponível até as 6h de domingo (31/1) no link https://forms.gle/RHviZwLWChGQuVzQ9.

O número de recursos recebidos será divulgado em notícia no site do governo na manhã de domingo. Os pedidos serão analisados pelo Gabinete de Crise, e o mapa definitivo, divulgado também no portal de notícias às 16h30 de segunda-feira (1º/2). A vigência das novas bandeiras será de 2 a 8 de fevereiro.

Caso a classificação prévia seja mantida, as nove regiões em bandeira vermelha que aderiram ao sistema de cogestão regional podem adotar os protocolos próprios compatíveis até o nível de restrição da bandeira laranja. Uruguaiana e Santa Maria, que não aderiram à cogestão, estão em vermelho e devem seguir os protocolos determinados pelo Estado.

As nove regiões classificadas em laranja e participantes do sistema de cogestão podem utilizar protocolos de bandeira amarela, se estiverem previstos e atualizados nos seus planos regionais. Guaíba, que não aderiu, deve seguir os protocolos estaduais de bandeira laranja.

Confira os protocolos próprios de cada região: https://planejamento.rs.gov.br/cogestao-regional

Portal OCorreio
Portal de notícias de Cachoeira do Sul e Região