Cachoeira tem o melhor Limousin da América do Sul

Por 4 de dezembro de 2019

Pecuarista Cacaio Lima com o touro Dado da Boa Esperança: melhor genética Limousin da América do Sul é de Cachoeira / Foto: Divulgação

A revista americana Limousin Breeder elegeu o touro Dado da Boa Esperança, da Fazenda Boa Esperança de Cachoeira do Sul, como o melhor exemplar da raça Limousin da América do Sul. No concurso, Dado chegou a 11 pontos, ficando dois pontos à frente de um reprodutor da Argentina e oito de vantagem contra um macho do Uruguai.

A escolha dos campeões é feita por meio de fotografias de animais da raça Limousin. Para escolher Dado, os jurados levaram em conta a análise de imagens da participação do touro em feiras e exposições, como Expointer e Expolondrina. “Estou muito satisfeito, é uma prova de que o nosso trabalho e nossos investimentos em genética vêm dando resultados”, destaca o pecuarista Cacaio Lima.

Com a vitória, Dado da Boa Esperança vai concorrer ao título de melhor touro Limousin do mundo. Neste concurso, a vaca Dolly da Boa Esperança foi escolhida a segunda melhor fêmea Limousin da América Latina.

Esta foi a segunda vez que a genética Limousin da Fazenda Boa Esperança chega à posição de melhor da América do Sul. Em 2017, a vaca Babeti da Boa Esperança ficou em primeiro lugar entre as fêmeas.