“Cachoeira não é a casa de mãe Joana”, diz Pipa para RGE

Por 26 de junho de 2021

Bancos, comércio, laboratórios, postos de combustíveis, salão de cabeleireiro fechados, casas e apartamentos às escuras e sem internet… Transtorno no transporte coletivo urbano e no trânsito… Supermercados tendo que operar com gerador… Árvores cortadas, ruas sem iluminação pública…  A lista é o saldo da troca de postes efetuada pela RGE através da terceirizada Conecta na área de Cachoeira do Sul ainda na quinta-feira, de acordo com reclamações encaminhadas para a Prefeitura.


Leia também: Chuva causa transtornos com alagamentos na periferia


O transtorno causado aos clientes cachoeirenses motivou o secretário de Industria e Comércio Pipa Germanos, na mesma noite dos problemas comunicados, a anunciar que a RGE e a Conecta serão notificadas e possivelmente autuadas por não terem previamente comunicado a realização das obras.

Conforme Pipa, “Cachoeira não é a casa de mãe Joana onde qualquer empresa chega e faz o que quer”. Pipa pretende se reunir no inicio da semana com representantes das duas empresas e exigir que qualquer obra seja comunicada e amplamente divulgada para não acarretar em prejuízos para a população, sob pena de interdição.

RGE e Conecta não divulgaram posição a respeito da situação.

*Carlos Simonetti / Rádio Fandango