8.9 C
Cachoeira do Sul
sábado, 8 maio, 2021 - 09:29
Cachoeira do Sul e Região em tempo real

Cachoeira já recebeu 1.360 doses da vacina Oxford/AstraZeneca

Vacinas contra a Covid-19 começam a ser aplicadas em grupos considerados prioritários / Foto: Divulgação

Uma lista divulgada nesta quarta-feira (27) pela Secretaria Estadual da Saúde (SES/RS) atualizou para 1.360 o número de doses da vacina Oxford/AstraZeneca já recebidas por Cachoeira do Sul. O material chegou à SES/RS no domingo (24) e começou a ser distribuído na segunda-feira (25).

As doses da vacina Oxford/AstraZeneca serão aplicadas em sua totalidade em trabalhadores da saúde, uma vez que a aplicação da segunda dose está prevista para ocorrer somente 12 semanas após a primeira. Até lá, o Estado já terá recebido nova remessa do imunizante. Ao todo, os RS já recebeu 116 mil doses do imunizante. Também está prevista para os próximos dias a chegada a Cachoeira do Sul de 1.348 doses da CoronaVac, desenvolvida pelo Instituto Butantan, de São Paulo.

A partir da chegada ao Estado, as doses seguem para a Central Estadual de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos (Ceadi) da SES, em Porto Alegre. São registradas e distribuídas entre as 18 CRS, que enviam o lote aos municípios, de acordo com os critérios de ordenamento dos grupos prioritários.

CRUZADA CONTRA OS FURA-FILAS

Em todo o Estado, tramitam dezenas de procedimentos – entre inquéritos na Polícia Civil e investigações abertas pelo Ministério Público – para apurar aplicações irregulares de doses de vacinas contra a covid-19 em pessoas que estão fora dos grupos considerados prioritários. Quem tomar a vacina e não estiver em algum dos grupos de risco com prioridade para a imunização e também quem autorizou a aplicação irregular poderão responder por crime, improbidade administrativa ou dano moral coletivo, tanto nas esferas cível ou criminal. Por enquanto, não há registro desse tipo de irregularidade em Cachoeira do Sul.

Para coibir que pessoas fora dos grupos prioritários da campanha de vacinação contra a Covid-19 recebam uma dose do imunizante indevidamente, a Secretaria da Saúde (SES) e o Ministério Público lançaram na segunda-feira um formulário para denúncias de possíveis “fura-filas” da vacina. O formulário pode ser acessado neste link.

Para denunciar, basta preencher nome, contato, o fato ocorrido e em qual município e qual serviço ocorreu. É resguardado o nome do denunciante. Após a denúncia, o Ministério Público do Estado abre um processo de apuração da possível irregularidade.

Portal OCorreio
Portal de notícias de Cachoeira do Sul e Região