25.2 C
Cachoeira do Sul
sábado, 17 abril, 2021 - 14:52
Cachoeira do Sul e Região em tempo real
  • Inicio
  • EDUCAÇÃO
  • Cachoeira entra na lista de programa de escolas cívico-militares

Cachoeira entra na lista de programa de escolas cívico-militares

Foi publicada no Diário Oficial da União – DOU – desta quarta-feira (10), a indicação dos municípios de Ijuí, Santana do Livramento, Sapucaia do Sul e Cachoeira do Sul para o Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares.A informação foi confirmada ao Senador Luis Carlos Heinze, em encontro com o ministro da Educação, Milton Ribeiro, e o diretor de políticas para escolas cívico-militares da Secretaria de Educação Básica (SEB), o tenente-coronel Gilson Passos de Oliveira. “Vamos dar chance para que o governo Bolsonaro desenvolva os seus projetos e mostre este novo Brasil que tanto queremos. Tenho certeza que nossos jovens conhecerão novamente a palavra respeito, característica essencial no exercício da cidadania”, destacou Heinze. O foco do programa é realizar uma gestão de excelência, com equipe híbrida, composta por civis e militares. Terão preferência na seleção as instituições de ensino com baixo Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) e em situação de vulnerabilidade social”, disse o senador.

Os colégios devem ter de 500 a 1 mil alunos do 6º ao 9º anos do ensino fundamental e/ou do ensino médio. Uma das condições fixadas pelo MEC é que estados e municípios apliquem a consulta pública. Segundo o subsecretário de Fomento às Escolas Cívico-Militares, Coronel Aroldo Ribeiro, o modelo vem para somar com outros já existentes. “Para que tenhamos uma boa educação no Brasil, é preciso ter um bom ambiente educacional. Começando com a ampliação de carga horária no ensino fundamental, do Ensino Médio em Tempo Integral e também com a implementação do modelo de escolas cívico-militares”.

O modelo cívico-militar é diferente do modelo das escolas militares mantidas pelas Forças Armadas. De acordo com o MEC, as Secretarias estaduais de Educação continuariam responsáveis pelos currículos escolares e caberia aos militares a atuação como monitores na gestão educacional.

Portal OCorreio
Portal de notícias de Cachoeira do Sul e Região