Cachoeira do Sul registra óbito por Dengue

Por 27 de abril de 2022

Foram confirmadas nesta quarta-feira mais quatro mortes por Dengue no Estado. Um dos registros é de uma vítima residente em Cachoeira do Sul. O levantamento não divulgou mais detalhes sobre o óbito. Chegam a 12 o número de mortes pela doença no ano, maior volume já registrado na série histórica. O número de casos contraídos dentro do Estado (chamados de autóctones) também é o maior em um ano: são mais de 12 mil casos até o momento.

A Secretaria da Saúde (SES) publicou nesta quarta-feira o comunicado do alerta máximo contra a doença no Rio Grande do Sul (veja aqui o texto na íntegra). A prevenção deve ser feita eliminando locais com água parada, onde o mosquito transmissor, o Aedes aegypti, se reproduz.

Além de Cachoeira do Sul, os mais recentes óbitos foram registrados em residentes das cidades de Novo Hamburgo, Sapucaia do Sul e Lajeado. As demais mortes já confirmadas ocorreram em Horizontina (dois óbitos), Chapada, Cristal do Sul, Igrejinha, Dois Irmãos, Boa Vista do Buricá e Jaboticaba.

No ano passado, ao todo, o Rio Grande do Sul registrou 11 óbitos pela doença. Em 2020, foram seis.