22.8 C
Cachoeira do Sul
domingo, 11 abril, 2021 - 10:14
Cachoeira do Sul e Região em tempo real

BBB: Carla foi alvo de machismo?

Carla Diaz Big Fone
Crédito: Reprodução / BBB

O discurso do atual líder do BBB 21, Rodolffo, para a indicação de Carla Diaz ao paredão chamou atenção do público na noite deste domingo (8), ao supostamente colocar a atriz na posição de alvo de machismo. O sertanejo teria de escolher alguém da área vip e outra pessoa da xepa para a berlinda. “A pessoa que vou indicar da xepa… vou usar duas palavras aqui que, pra mim, são princípios básicos pra jogar o ‘game BBB’: coerência e lealdade”, começou o cantor.

Rodolffo frisou que a opinião que expressava não era só dele, mas como “de muitos colegas na casa”. “Essa pessoa, por diversas vezes, por alguns outros participantes também, vem sido comentada e vem realizando ações incoerentes na visão de muitos. Na semana passada, eu também pude experimentar um pouco disso, que é a Carla”, declarou, sem dar exemplos dos momentos em que a atriz teria sido incoerente.

Para justificar a outra palavra, lealdade, Rodolffo analisou a relação amorosa de Carla com Arthur e sentenciou que, se ela tivesse sido uma “companheira fiel”, Arthur não teria decidido imunizar Projota – participante que se aliou cada vez mais ao crossfiteiro após a saída de Nego Di e Karol Conká, campeões de rejeição na história do Big Brother Brasil. “Acho que isso aqui resume (Rodolffo bate a mão no peito do colar do imunizado Projota). O Arthur, sim, ficou entre ‘a cruz e a espada’ para essa imunização. Mas com certeza, se ela fosse leal ao cara que ela tá ficando dentro da casa, ele não pensaria duas vezes em dar esse cordão pra ela”, declarou. Em choque, Carla Diaz permaneceu calada e não pediu direito de resposta.

Portal OCorreio
Portal de notícias de Cachoeira do Sul e Região