Balsa suspensa por causa do nível do Rio Jacuí

Por 1 de maio de 2022

Elevação acontece desde o início da semana. Foto: Divulgação.

A Estaleiro Naval Couro suspendeu neste domingo (1º de maio) a operação da balsa Deusa do Jacuí, em Cachoeira do Sul, por causa da cheia do Rio Jacuí, que chegou à marca de 19,05, ou seja, 1,05 metros acima de seu nível normal. A elevação do Jacuí afeta às áreas dos atracadouros da embarcação.
Desta forma, a Defesa Civil passou a atuar em duas bases na BR 153. Uma delas junto à empresa Três Tentos e outra no posto de combustíveis do Bairro Fátima, com o objetivo de orientar os caminhoneiros sobre a suspensão do serviço e prestar orientações sobre rotas alternativas.

ATENÇÃO

Podem passar na Ponte do Fandango apenas veículos leves, com tráfego liberado 24 horas, e ônibus e caminhões toco, liberados das 6h às 23h. Outros modelos de caminhão devem usar rotas alternativas.
IMPORTANTE

As rotas alternativas são as seguintes:
– Porto Alegre para Cachoeira do Sul: pela BR-290 até a BR-471, passando por Rio Pardo e depois em Santa Cruz do Sul para chega à RSC 287, que leva até Novo Cabrais, onde se acessa a BR 153.
– Em Rio Pardo, é possível encurtar caminho pela ERS 403.
– Cachoeira do Sul para a fronteira oeste: seguir pela BR 153 até Novo Cabrais e usar a RSC 287 para seguir em direção a Santa Maria, onde é possível pegar a BR-158 para seguir para BR-290 em Rosário do Sul.
– Cachoeira do Sul para o Porto de Rio Grande: ir até Santa Maria e pegar a BR-392.

TENTATIVA

Na tentativa de não suspender os serviços, a empresa responsável pela balsa chegou a determinar novos horários de funcionamento. Não deu certo, o Rio Jacuí continuou elevando seu nível. O maior problema está concentrado no final da Rua Moron. No local, os caminhões enfrentam dificuldade para acessar ou desembarcar da balsa.

Fonte-texto: Ascom Prefeitura (Patrícia Miranda)