Aumento de abigeatos leva autoridades a voltarem os olhos para o campo

Por 25 de outubro de 2021

Crescimento de ocorrências de abigeatos leva Brigada Militar e demais autoridades do município a discutirem estratégias de enfrentamento à criminalidade no campo / Foto: Eloisa Uliana/PMCS/Divulgação

Atualizada às 7h10min de 26/10/2021

O aumento no número de ocorrências de abigeatos deixa autoridades em alerta em Cachoeira do Sul. Representantes da Prefeitura, da Câmara de Vereadores e de um grupo de produtores rurais estiveram reunidos com o major Rodrigo Sartori, comandante do 35º Batalhão de Polícia Militar, e com o sargento Lucas Bauer, coordenador da Patrulha Comunitária do Interior (PCI), para o encaminhamento de ações relacionadas à segurança no meio rural.

Conforme informações do secretário municipal de Agricultura e Pecuária e presidente do Sindicato Rural, Fernando Cantarelli, os registros de abigeato tiveram aumento neste ano em comparação com 2020. Apesar de os números apresentados no encontro não terem sido divulgados pela assessoria de comunicação do Município, sabe-se que os abigeatos e furtos são as principais ocorrências relacionadas à Brigada no interior.

Em Cachoeira, um grupo de trabalho sobre segurança no meio rural foi criado dentro do Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM). A partir da reunião, o grupo definiu pela intensificação da fiscalização, a reorganização do GGIM e o monitoramento dos principais pontos de trânsito do interior com utilização de câmeras espelhadas no sistema de videomonitoramento da cidade, cuja sala está localizada no 35º BPM.

A Brigada, através do Programa “Vigilância Colaborativa”, vai cadastrar câmeras instaladas no meio rural, com o consentimento dos produtores.

O produtor rural José Luis Pedroso, que participou da reunião, disse que há produtores interessados em disponibilizar equipamentos para instalação do sistema. Na próxima reunião do grupo, serão definidos os locais de instalação das câmeras.

 

Como a Prefeitura pretende agir contra abigeatos

O governo municipal quer intensificar as ações de fiscalização, especialmente as que envolvem o Sistema de Inspeção Municipal (SIM) da Secretaria Municipal de Agricultura e Pecuária, do Departamento de Vigilância em Saúde (DVS) e de destinação de apreensões, de responsabilidade do Meio Ambiente.

Além disso, a Inspetoria Veterinária pode atuar com a realização de barreiras sanitárias com o suporte da Brigada Militar.