15.3 C
Cachoeira do Sul
domingo, 7 março, 2021 - 08:33
Cachoeira do Sul e Região em tempo real
  • Inicio
  • POLÍCIA
  • Assassinato de freira: autor confesso é indiciado por homicídio duplamente qualificado

Assassinato de freira: autor confesso é indiciado por homicídio duplamente qualificado

Crédito: Reprodução

O inquérito policial do assassinato da freira Maria Ana Dal Santo, 79 anos, foi concluído nesta quinta-feira (11). O crime ocorreu no dia 17 de janeiro, na localidade de Linha da Glória, em São João do Polêsine. O autor confesso do crime, o motorista de aplicativo Anderson Refatti, 28 anos, foi indiciado por homicídio duplamente qualificado, pelo motivo torpe e pelo recurso que impossibilitou a defesa da vítima, que foi atacada pelas costas, segundo laudo pericial. O investigado está preso preventivamente desde o dia 24 de janeiro no Presídio Estadual de Agudo.

A motivação do crime teria sido por causa de R$ 2,8 mil. Conforme a Polícia Civil, a investigação indicou que o motorista de aplicativo ficou com o valor R$ 1 mil que havia recebido da vitima para consertar um Fusca, pertencente a irmã da idosa. O homem ainda teria a intenção de levar a vítima até Iporã (PR), por R$ 1,8 mil.

No entanto, a freira optou por utilizar uma empresa para o conserto do Fusca e solicitou o dinheiro de volta ao homem. A vítima ainda se recusou fazer a viagem com ele.

Crédito: PC

O Prisma vermelho dirigido pelo autor confesso foi identificado através de câmeras de monitoramento quando esteve na casa onde estava a vítima no horário do crime. No dia 27 de janeiro, um mandado de busca e apreensão foi cumprido na residência dele, em Faxinal do Soturno. No local, foram apreendidos o veículo e as roupas usadas no dia do crime, que foram encaminhados para a perícia.

O motorista confessou ter assassinado a idosa e alegou ter sido contratado, mediante pagamento e promessa de recompensa, para praticar o crime, por uma pessoa. Depois, negou a versão. A pessoa citada por ele acabou não sendo indiciada, uma vez que não foi encontrado indício durante as investigações.

Além de confessar o homicídio, o homem apontou o local onde havia jogado o facão utilizado para matar a religiosa.

Ao todo, 43 depoimentos foram colhidos. A vítima foi morta com um golpe de facão no pescoço, que atingiu a coluna vertebral, tecidos cervicais e o vaso carotídeo direito. O golpe produziu um ferimento de 75 milímetros de profundidade, de acordo com os exames.

Saiba mais

O corpo da freira foi encontrado em uma casa na localidade de Linha da Glória. A religiosa estava sozinha quando foi morta. Maria Ana morava no Paraná e havia viajado para o município no final do ano passado para cuidar de uma irmã doente, em Paraíso do Sul.

Portal OCorreio
Portal de notícias de Cachoeira do Sul e Região