Ações contra estiagem: comissão da AL/RS pede urgência

Por 10 de janeiro de 2022

Crédito: Famurs

O presidente da Comissão de Agricultura, Pecuária, Pesca e Cooperativismo da Assembleia Legislativa, deputado Adolfo Brito, participou na manhã desta segunda-feira, da reunião na Federação das Associações dos Municípios do Rio Grande do Sul, que tratou sobre os efeitos da estiagem no Estado, visando buscar alternativas rápidas para os municípios atingidos.

A secretária de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, Silvana Covatti, detalhou durante o encontro, os números do programa Avançar na Agricultura. “Serão 6 mil açudes construídos; 750 poços artesianos perfurados com instalações e 1,5 mil cisternas visando a importância do armazenamento de água. O programa Avançar também vai atingir o pequeno produtor. Digo aos prefeitos que estamos tendo uma responsabilidade muito grande com os municípios. Haverá incremento de recursos para o FEAPER, bem como para assistência à agricultura familiar”, concluiu a secretária.

O deputado Brito argumentou que é necessário a liberação de recursos no programa Avançar na Agricultura, com urgência, e para tal há necessidade de serem aprovados os decretos de situação de emergências aos municípios, a fim de poder acessarem recursos para atender necessidades devido à estiagem. De outra parte, o deputado Brito defendeu que seja apresentada uma pauta única a ser entregue à Ministra da Agricultura, Tereza Cristina, que estará no Estado na quarta-feira.

Outro assunto focado pelo presidente da Comissão de Agricultura da Assembleia Legislativa foi a necessidade de buscar soluções para os impasses na legislação, além dos entraves jurídicos com relação ao armazenamento de água e irrigação, tanto em nível estadual quanto federal.

Prefeitos gaúchos e entidades ligadas ao setor do agronegócio, participaram da audiência de forma presencial e virtual, elaborada pela Famurs com apoio das entidades do setor e parlamentares estaduais e federais.