5 “zebras” que marcaram a história das Copas do Mundo

Por 26 de julho de 2022

A Copa do Mundo de seleções é sem sombra de dúvidas um dos eventos esportivos mais magníficos de todos os tempos. Em mais de 90 anos de história, muitas trajetórias incríveis de seleções consideradas menores já foram registradas, assim como a queda precoce de grandes países. Esses eventos inesperados são chamados carinhosamente de “zebras” e a Copa do Mundo sempre está cheia delas.

Ao longo dos anos, seleções com menos expressão no futebol mundial foram capazes de protagonizar jogos épicos, com resultados que entraram para a história dos mundiais. Por isso, selecionamos 5 grandes “zebras” da história das copas do mundo. Confira:

 

1 – Itália 0 x 1 Coréia do Norte (Copa de 1966)

A Coreia do Norte era estreante na Copa da Inglaterra, em 1966, e jogava com a bicampeã Itália. Surpreendendo o mundo, os norte-coreanos venceram a seleção italiana que contava com craques como Mazzola e Rivera com um gol aos 42 minutos do primeiro tempo. Ainda no primeiro tempo Pak Doo-Ik marcou o gol de uma distância de 18m, numa das maiores zebras da história do futebol. A partida, realizada no estádio Ayresome Park, em Middlesbrough, terminou em 1×0 para a Coreia do Norte, que se classificou para as quartas-de-final da Copa do Mundo.

 

2 – França 0 x 1 Senegal (Copa de 2002)

 

A França tinha acabado de vencer a final contra o Brasil na Copa de 1998 e era a atual campeã do mundo. Também era campeã europeia e tinha vencido a Copa das Confederações. Estreou contra Senegal como favorita na Copa do Japão e da Coreia do Sul, mas o inesperado aconteceu. O time africano mostrou ser bom de bola e a França ainda estava sem o craque Zidane, contundido. Aos 30 minutos do primeiro tempo, Diouf avançou pela lateral e fez o cruzamento certeiro para Papa Bouba Diop, que marcou o gol.

 

3 – Alemanha Ocidental 1 x 2 Argélia (Copa de 1982)

A zebra ocorreu na Copa do Mundo da Espanha, em 1982, logo na estreia do Grupo 2. A Alemanha ocidental tinha atacantes habilidosos, mas que não conseguiram naquele dia furar a defesa argelina. Aos 9 minutos do segundo tempo, Madjer abriu o placar para a Argélia. Os alemães empataram aos 22 minutos, mas foram novamente surpreendidos com um gol no minuto seguinte de Belloumi.

 

4 – Camarões 1 x 0 Argentina (Copa de 1990)

A Argentina chegou à Itália com o talento de Maradona e “ostentando” o título de atual campeã mundial. Camarões, no entanto, participou do Mundial e não queria fazer feio. E não fez. Os africanos venceram a Argentina por 1×0. No final, os argentinos saíram como vice-campeões da Copa e Camarões encantou o mundo chegando às quartas-de-final.

 

5 – EUA 1 x 0 Inglaterra (Copa de 1950)

A inventora do futebol, Inglaterra, havia se recusado a participar das três primeiras edições da Copa do Mundo por se considerar acima das outras seleções. No mundial de 1950, realizado no Brasil, ela foi eliminada ainda na primeira fase ao perder 3 partidas do grupo 2. A derrota mais vergonhosa foi contra a equipe dos Estados Unidos, sua antiga ex-colônia, sem qualquer tradição no futebol. O placar final foi 1×0 com gol do haitiano Joe Gaetjens naturalizado norte-americano.

 

Na copa de 2022, o Brasil se coloca como um dos principais candidatos a vencer o mundial, sendo o favorito em redes sociais e vários sites de apostas esportivas que contemplam também jogos como na NetBet com o blackjack ou caça níqueis online e diversos. Seja como for, com tanta expectativa, torcemos para que nenhuma “zebra” aconteça e a seleção possa finalmente ganhar o tão sonhado hexa.