21ª Fenarroz é pioneira em controle de acesso por reconhecimento facial

Por 13 de outubro de 2021

Presidente Francisco experimenta sistema de reconhecimento facial implantado na 21ª Fenarroz. Fotos: Divulgação

 

A 21ª Fenarroz – Multifeira Internacional está entre as feiras pioneiras do interior do Rio Grande do Sul em controle de acesso por reconhecimento facial. Uma tecnologia chinesa implantada no evento pela empresa Marchand Controle de Acesso, de Porto Alegre, mede por imagem a temperatura corporal e detecta quem está ou não de máscara e recomenda o uso de proteção facial já na chegada aos portões do Parque de Exposições de Cachoeira do Sul.

De acordo com o vice-presidente da 21ª Fenarroz, Luis Alberto Silva, a tecnologia é uma importante aliada no cumprimento dos protocolos sanitários contra a covid-19. “Neste momento em que a pandemia ainda nos assola, podemos afirmar tranquilamente que a Fenarroz é pioneira na adoção desta tecnologia para o cumprimento dos protocolos sanitários”, explica o vice-presidente Luis Silva.

Os sócios-proprietários da Marchand Controle de Acesso, empresários Cláudio Albuquerque e Ana Boninsegna, explicam que as câmeras dos dispositivos mapeiam 128 diferentes pontos do rosto e esse mapeamento possibilita a identificação facial sem qualquer chance de ocorrência de fraude ou de falsificação. “No momento em que o sistema detecta a temperatura superior a 37°C, o dispositivo alerta para estado febril e recomenda para o não ingresso à feira”, salienta Cláudio. A tecnologia está implantada na 21ª Fenarroz em parceria da Marchand Controle de Acesso com a Safe Park.

O presidente da 21ª Fenarroz, Francisco de Paula Vargas Júnior, experimentou e aprovou a tecnologia da Marchand Controle de Acesso. “A evolução tecnológica anda em ritmo acelerado e é importante para a Fenarroz acompanhar essa tendência”, destaca o dirigente.

CONTAGEM DIGITAL NAS CATRACAS

A tecnologia como aliada no cumprimento dos protocolos sanitários está presente também nas catracas dos portões de acesso ao Parque de Exposições e também do ginásio Arrozão. Como o protocolo sanitário específico da 21ª Fenarroz permite a presença simultânea de até 2.500 pessoas em todo o parque e de 800 no Arrozão, entre trabalhadores, músicos e o público em geral, as catracas são dotadas de contagem digital na entrada e saída do público.

Uma vez atingido o limite de público tanto no parque quanto no ginásio, o sistema informatizado tranca automaticamente a entrada de pessoas nas catracas da 21ª Fenarroz.