13.1 C
Cachoeira do Sul
quarta-feira, 5 agosto, 2020 - 05:06
Cachoeira do Sul e Região em tempo real
  • Inicio
  • DESTAQUES
  • Prefeitura decide manter o Hospital de Campanha por mais quatro meses

Prefeitura decide manter o Hospital de Campanha por mais quatro meses

 

 

Espaço criado em maio não foi utilizado até agora. foto: Divulgação

A Prefeitura de Cachoeira do Sul decidiu na manhã desta quinta-feira (30) pela continuidade do hospital de campanha por mais quatro meses. Havia uma possibilidade do fechamento do hospital, que foi montado no salão de festas da paróquia São José, na zona norte da cidade.

A reunião durou uma hora e nela, o prefeito Sergio Ghignatti, ouviu representantes da área da saúde, principalmente, integrantes do Hospital de Caridade e Beneficência (HCB). Pelos próximos quatro meses, a Prefeitura terá uma despesa mensal de R$ 22 mil referente à manutenção da estrutura do salão paroquial. A Prefeitura justifica que o recurso tem origem em uma emenda parlamentar de R$ 500 mil do deputado federal Marlon Santos.

A liberação do espaço ocorreu no dia 4 de maio, mas não chegou a ser ocupado. Ao todo, para viabilizar o Hospital a Prefeitura investiu R$ 108 mil, verba liberada pelo Poder Judiciário. No local, foram instalados 14 leitos individuais, 39 leitos de enfermaria e cinco poltronas formam a estrutura, somando 58 acomodações, sem qualquer equipamento hospitalar mais sofisticado para atender casos mais graves.

IMPORTANTE

O Hospital de Campanha serve de apoio ao HCB e só será utilizado a partir do momento em que os 40 leitos que o HCB preparou para atender aos pacientes suspeitos e com confirmação de coranavírus estiverem todos ocupados. “Queremos pecar pelo excesso. Que bom se não precisarmos usar nenhum dos leitos do hospital de campanha. Mas não podemos esperar o HCB ficar lotado para tomar uma atitude. Aí, poderá ser tarde demais”, salientou  o prefeito Sergio Ghignatti.

 

 

Advertisement