13.2 C
Cachoeira do Sul
sexta-feira, 14 agosto, 2020 - 01:58
Cachoeira do Sul e Região em tempo real
  • Inicio
  • RURAL
  • Secretaria autoriza empresas a começarem distribuição de sementes do programa Troca-Troca

Secretaria autoriza empresas a começarem distribuição de sementes do programa Troca-Troca

Crédito: Divulgação

As 10 empresas sementeiras que irão fornecer 134.068 sacas de 53 cultivares dentro do programa Troca-Troca de Sementes estão autorizadas pela Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr) a iniciar a entrega do produto para prefeituras, sindicatos e associações.

A orientação é que se inicie pelos municípios e regiões com a semeadura mais cedo no calendário de cultivo: Missões, Fronteira Noroeste, Celeiro, Noroeste Colonial, Médio Alto Uruguai, Rio da Várzea e Alto Jacuí. “O início da entrega das sementes do Troca-Troca é a etapa mais importante do programa, pois consolida o resultado de todas as ações construídas desde o início do ano, seja com a habilitação e contratação das empresas, seja com a organização das entidades e dos pedidos feitos pelos produtores”, afirma o secretário Covatti Filho.

Nesta safra 2020/2021, serão entregues milho híbrido convencional (78.833 sacas), milho híbrido transgênico (50.237 sacas) e sorgo híbrido (4.998 sacas) a 45.692 agricultores que fizeram pedidos por meio de suas entidades em 385 municípios gaúchos. “Com as orientações do programa e a estrutura logística das empresas, acreditamos que em duas semanas mais de 90% do total de sementes já estejam entregues”, afirma o coordenador do programa Troca-Troca, Jonas Wesz.

O investimento do governo gaúcho nesta safra é de R$ 5,2 milhões, referente ao subsídio direto que o Estado dá aos agricultores no valor da semente.

A Secretaria da Agricultura realiza, a cada ano, melhorias no programa Troca-Troca, como a qualificação das cultivares disponíveis para que os agricultores possam fazer a escolha mais adequada para o seu sistema produtivo e também a análise das sementes. E, principalmente, efetuando a entrega no momento adequado para que produtores consigam realizar a semeadura dentro do calendário ideal de cultivo. A autorização para a entrega foi dada na sexta-feira (24).

Advertisement