13.2 C
Cachoeira do Sul
sexta-feira, 14 agosto, 2020 - 01:33
Cachoeira do Sul e Região em tempo real
  • Inicio
  • DESTAQUES
  • Cachoeira e cidades da região poderão vender produtos de origem animal para todo país

Cachoeira e cidades da região poderão vender produtos de origem animal para todo país

Reunião em Cachoeira do Sul tratou da extensão do programa. Foto: Divulgação

O Consórcio Intermunicipal Vale do Jacuí, do qual faz parte Cachoeira do Sul e outros 11 municípios da região, é um dos 12 consórcios públicos selecionados para o projeto piloto de ampliação de mercado para produtos de origem animal coordenado pela Secretaria de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

Nesta quarta-feira (23), médicos veterinários das cidades que integram o consórcio estiveram reunidos em Cachoeira do Sul para dar andamento nas ações necessárias, para permitir que estabelecimentos registrados no Sistema de Inspeção Municipal (SIM) e indicados possam comercializar seus alimentos em todo o Brasil.

IMPORTANTE

A proposta do projeto é ampliar o mercado nacional de produtos de origem animal das agroindústrias de todo país para buscar a equivalência ao Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (SISBI-POA). Podem participar do projeto agroindústrias de carnes, leite, pescados, ovos, mel e respectivos derivados. 

ATENÇÃO

Cachoeira do Sul tem nove agroindústrias registradas. Três delas já possuem Susaf, que permite vender os seus produtos para outras cidades do Rio Grande do Sul. São elas: Ovos Brisch, Mel Cachoeira e Linguiças Tallowitz.

ENQUADRAMENTO

Para obter esta equivalência, é necessário comprovar que o consórcio tem condições de avaliar a qualidade dos produtos de origem animal com a mesma eficiência do MAPA, o que o Consórcio Intermunicipal Vale do Jacuí já conseguiu comprovar.

De acordo com a médica veterinária Carolina Martins Erhardt, que está acompanhando o projeto em Cachoeira do Sul através da Secretaria de Agricultura e Pecuária, a meta do grupo é nos próximos dias definir a legislação e iniciar os treinamentos oferecidos pelo MAPA. Se o trabalho seguir com um bom ritmo, a meta é até o final deste ano estar enquadrado para receber o projeto. “Estamos nos preparando para ser um modelo deste projeto dentro do Consórcio Intermunicipal Vale do Jacuí”, afirmou Carolina.

 
 
Advertisement