12.1 C
Cachoeira do Sul
sábado, 11 julho, 2020 - 07:59
Cachoeira do Sul e Região em tempo real
  • Inicio
  • DESTAQUES
  • Bombeiros recolhem Pitbull que assustou moradores no Bairro Fátima

Bombeiros recolhem Pitbull que assustou moradores no Bairro Fátima

 

 

 

Animal foi dominado pelos bombeiros. Fotos: Cacau Moraes

Um cachorro da raça Pitbull causou apreensão na manhã desta quarta-feira (3) para as famílias residentes na Rua Nogueira da Gama, no Bairro Fátima, em Cachoeira do Sul. Na madrugada, o Pitbul fugiu do pátio de onde estava, invadiu os fundos de uma casa das proximidades e matou um cão, o Scoby, causando indignação para o casal Denise e Leandro, moradores da Rua da Olaria.

O ataque aconteceu, às 5h30min, e somente, às 11h, a tranquilidade voltou para a vizinhança que temia novos ataques do Pitbull, cujo proprietário estava em viagem a Pantano Grande. Depois de muita insistência, através do programa Rádio Repórter, da Rádio Fandango, e sucessivos telefonemas dos moradores para a Prefeitura e Corpo de Bombeiros, é que o caso teve solução.

O cachorro foi recolhido pelo Corpo de Bombeiros, que precisou ingressar no pátio de uma casa ao lado de onde o Pitbull estava. Ação durou cerca de 15 minutos e, após, o Pitbull foi entregue a servidores da Secretaria do Meio Ambiente, que conduziram o cão para o Centro de Proteção Animal (Cempra), localizado em Três Vendas.

 

 

 

LUTA COM O PITBULL

Assim que ouviu barulho no fundo do pátio, Leandro e sua mulher Denise foram verificar o que  estava acontecendo. Foi aí que Leandro se deparou com o Pitbull atacando seu cãozinho Scoby. “Foi tudo muito rápido, pois quando vi o Scoby estava no ar. Não pensei e imediatamente com facão e jogando pedras tentei afastar o Pitbull que avançava em minha direção”, disse Leandro, acrescentando que após o cachorro pulou uma cerca de tela e voltou para o pátio de onde tinha fugido.

A reação de Leandro conseguiu salvar a Pretinha, uma cachorrinha da família, que estava próxima no momento do ataque do Pitbull. Durante quase toda a manhã, Leandro ficou de plantão do fundo do seu pátio, porque temia o retorno do Pitbull, que até então não tinha chamado atenção dos vizinhos.

Advertisement