9.7 C
Cachoeira do Sul
segunda-feira, 1 junho, 2020 - 20:13
Cachoeira do Sul e Região em tempo real

Igor concorre para prefeito, mas descarta ser vice em chapa com outra sigla

Foto: Reprodução

O Movimento Democrático Brasileiro (MDB) reuniu sua executiva em Cachoeira do Sul, na sede da Sociedade União Cachoeirense (SUC), na noite desta sexta-feira (15). A reunião aconteceu de forma presencial, mas com todos cuidados necessários para prevenir o COVID 19, segundo a direção da sigla. A pauta principal foi debater as eleições deste ano, principalmente a chapa majoritária e proporcional. “Temos mais de dez pré-candidatas em nossa sigla. Além das companheiras recém filiadas, temos quase 700 mulheres na legenda, que ainda poderão se colocar a disposição para concorrer. Em relação aos candidatos de sexo masculino, possuímos uma nominata bem mais competitiva que nos anos anteriores, o que poderá nos garantir uma ampliação da bancada atual de dois vereadores”, salientou o presidente da sigla, Pastor Paulo Gonçalves.

Ao discutir a majoritária, Gonçalves ressaltou que teve contato com outros partidos e as tratativas estão avançadas. “Fomos contatados pelo PP, de José Otávio Germano, com quem estamos conversando. Ainda fomos procurados pelo Republicanos de Oscar Sartório. Também fomos buscados por um conclave de siglas capitaneadas pelo PL e pelo PDT. Todos ofereceram espaço relevante em suas composições. A possibilidade de aliança está sendo analisada e será decidida até o período que antecede as convenções”, detalhou.

CANDIDATURA PRÓPRIA

Sobre a candidatura própria, o vereador Igor Noronha explicou que mantêm sua disponibilidade para concorrer a prefeito, representando o MDB, caso seja a decisão do partido. Salientou, porém, que, caso a sigla resolva concorrer a vice-prefeito de outro partido, não colocará seu nome à disposição. “Acredito que nesta situação colaboro mais permanecendo na campanha proporcional”, justificou. O presidente do MDB, e os outros presentes, respeitaram e aceitaram a posição do vereador de não concorrer a vice-prefeito em hipótese nenhuma. Agradeceram também a sua disponibilidade caso se configure outra situação.

ELEIÇÂO EM OUTUBRO

Noronha também salientou que deseja que a eleição ocorra em outubro deste ano ainda. “A sociedade se adaptou ao COVID. Os políticos devem de se adaptar também”, sugeriu. No fim do encontro, ficou acertado que novas reuniões devem acontecer no mínimo quinzenalmente. Ficou ainda decidido que será mantida a conversa com todas as siglas que aceitarem ter o MDB como parceiro, tanto na cabeça de chapa quanto como candidato a vice-prefeito. “Neste momento, dialogar é fundamental”, salientou o presidente do MDB.

Participaram do evento o secretário da Coordenadoria Regional, Luciano Figueiró, o presidente do MDB, Pastor Paulo Gonçalves, o vice-presidente, Igor Noronha, o segundo vice-presidente, Marcelo Figueiró, o secretário, Nathan Athaide, e os suplentes, Geraldo Fogliarini e Antônio Junior, e o vereador Felipe Franja.

Advertisement