12.2 C
Cachoeira do Sul
segunda-feira, 6 julho, 2020 - 14:35
Cachoeira do Sul e Região em tempo real
  • Inicio
  • DESTAQUES
  • Covid-19: em Cachoeira do Sul, a Saúde não sabe de onde vem o coronavírus

Covid-19: em Cachoeira do Sul, a Saúde não sabe de onde vem o coronavírus

A classificação de Cachoeira do Sul na bandeira amarela pelo Governo do Estado com relação à Covid-19, não significa que não há risco do coronavírus se espalhar de forma generalizada entre a população. Pelo contrário, existe preocupação tanto que o secretário de Saúde, Roger Gomes, salienta que a cidade está em um estado de transmissibilidade comunitária e tem mais: não sabe mais a origem do vírus.

Hoje Cachoeira tem nove casos confirmados, três recuperados, um suspeito, 24 descartados e apenas um óbito confirmado de uma pessoa residente em outro estado, que estava em trânsito no município, mas será contabilizado em nível nacional para o boletim de sua cidade de residência. Atualmente, apenas um paciente do sexo masculino, de 65 anos, está internado – em estado gravíssimo na área de isolamento da Covid-19 – do Hospital de Caridade e Beneficência (HCB).

No entanto, segundo o secretário Roger Gomes, o Setor de de Vigilância Epidemiológica monitora em torno de 51 pacientes com sintomas leves. “Nossa Vigilância Epidemiológica realiza neste meio tempo o mapeamento de contatos e locais onde estiveram as pessoas, que testaram positivo para coronavírus com o objetivo de controlar e inibir essa contaminação”, afirmou o secretário.

IMPORTANTE

Para o secretário da Saúde, o grande número de casos reflete o perfil do Rio Grande do Sul. “Como muitas pessoas circulam diariamente nas mais diferentes cidades do Estado não temos mais como buscar a origem do vírus e a transmissibilidade comunitária foi decretada pelo governador em março, observou.

O monitoramento realizado pela Vigilância consiste no contato telefônico e também se necessário são feitas visitas para avaliação médica. “Temos três médicos a disposição do combate ao coronavírus (Dr. Nicolas, Dr. Gideão e Dra Marília)”, revelou Roger, acrescentando que é preciso todos se darem conta da prevenção através da lavagem das mãos, uso do álcool gel, manter ambientes de trabalho ou em casa com ventilação, fazer o uso de máscaras, evitar aglomerações e respeitar o distanciamento social.

 

Secretário Roger Gomes, da Saúde

 

ATENÇÃO

Nesta quinta-feira a Vigilância Epidemiológica de Cachoeira do Sul emitiu nota informando sobre o novo caso confirmado e já recuperado. Trata-se de uma paciente, 76 anos, notificada com síndrome gripal e que permaneceu em isolamento domiciliar no período de infecção de 21 de março a 4 de abril, notificada pela rede privada de laboratórios (exame laboratorial pelo método de quimioluminescência).

Os novos registros ainda indicam um novo caso suspeito de coronavírus no município. Trata-se de uma mulher, 31 anos, com síndrome gripal e em isolamento domiciliar.

O setor de Vigilância Epidemiológica do Departamento de Vigilância em Saúde informa:

Situação em Cachoeira do Sul

Município

Recuperados

Suspeitos

Descartados

Confirmados

Óbito caso confirmado

Cachoeira do Sul

3

1

24

9*

1*

Advertisement