19.2 C
Cachoeira do Sul
sexta-feira, 14 agosto, 2020 - 17:16
Cachoeira do Sul e Região em tempo real

GIRO DA BOLA – Dupla Gre-Nal boa de sorteio

LIBERTADORES – Ficou de bom tamanho o sorteio da Libertadores para a dupla Gre-Nal realizado na noite de segunda-feira (13) em Luque, no Paraguai. Além de evitarem um clássico histórico logo nas oitavas de final, as bolinhas determinaram que Internacional e Grêmio só poderão se enfrentar numa eventual semifinal, desde que ambos cheguem até lá. Os times gaúchos claramente são favoritos contra Nacional do Uruguai e Libertad, mesmo que o Grêmio decida sua vaga fora contra os paraguaios. É só lembrar que entre os adversários possíveis, o colorado escapou do River Plate, Athletico-PR e da LDU que conta com a tão temida altitude. Já o tricolor evitou confrontos contra o Flamengo, Boca Juniors e Palmeiras.

Qualquer prognóstico feito agora pode ser desmanchado quando tivermos o início das oitavas, somente no fim do mês de julho. Até lá, existe a chance de o Grêmio perder Everton e o Inter pode vender o lateral Iago, ambos para o futebol europeu. Mas reforços também podem chegar para a dupla. O regulamento permite até três trocas na lista de inscritos da competição.

LIBERTADORES 2 – O Athletico-PR tendo pela frente o Boca Juniors e Cruzeiro enfrentando o River Plate foram os times brasileiros que deram azar no sorteio. Mesmo que cambaleantes na fase de grupos, os gigantes argentinos crescem no mata-mata da competição e certamente serão adversários duros de serem batidos. Palmeiras -contra Godoy Cruz- e Flamengo -enfrenta o Emelec- tiveram relativa sorte e devem avançar, porém, todo cuidado é pouco se tratando de Libertadores da América.

SÃO JOSÉ – A evolução mostrada em quadra pelo time cachoeirense no Gauchão Série Ouro de Futsal é nítida, mas a bola teima em não entrar em alguns lances e o time tropeçou mais uma vez. Dioguinho, uma das referências técnicas da equipe, foi uma das boas notícias do confronto contra a Assaf. O jogador conseguiu marcar o primeiro gol na competição e tem tudo para crescer daqui para frente. O nervosismo, a ansiedade e a falta de experiência da equipe são os principais obstáculos a serem superados pelo Zeca na sequência do campeonato.

Advertisement